Notícias

resoluções

Derrotar Bolsonaro nas ruas e nas urnas impulsionando as lutas populares

17 de maio de 2022 // 1 comentário

Nota da APS/PSOL sobre o 1º Turno das Eleições Presidenciais e sobre a Conferência Eleitoral do PSOL No último dia 30 de abril o PSOL realizou sua Conferência Eleitoral onde definiu apoiar a chapa Lula/Alckmin no primeiro turno das eleições presidenciais de 2022.  Desde o início dos debates, defendemos que o PSOL apresentasse candidatura própria para a Presidência da República no 1º turno. Ousamos lutar, junto com outros setores da esquerda partidária, em defesa da [Leia mais]

Nem OTAN, nem EUA, nem Rússia oprimindo o povo da Ucrânia

28 de fevereiro de 2022 // 1 comentário

A situação em torno dos conflitos na Ucrânia é complexa e envolve um conjunto de fatos históricos com interpretações diferentes e fatores dos contextos nacionais e internacional contemporâneos. Ademais, os conflitos ocorrem num momento de agravamento da crise estrutural do capitalismo, quando se acirram as disputas por energia, matérias primas, mercados e tecnologias avançadas. Assim, a invasão da Ucrânia pela Rússia deve ser entendida no quadro do conjunto das contradições [Leia mais]

O PSOL deve lutar pelo direito democrático de existir sem renunciar a sua independência política

19 de fevereiro de 2022 // 1 comentário

Nota da APS sobre a Federação do PSOL com a Rede Nos últimos meses diversos partidos passaram a se movimentar para montar federações que permitam superar a cláusula de barreira, mais rigorosa agora do que sua primeira fase em 2018. No PSOL esse debate foi realizado colocando como possibilidade a federação com a Rede Sustentabilidade e o PCdoB. É certo que a legislação eleitoral brasileira privilegia os partidos de aluguel e os conglomerados políticos sustentados pelo grande capital. [Leia mais]

Organizar as lutas populares para derrotar Bolsonaro e construir uma alternativa de esquerda

17 de novembro de 2021 // 1 comentário

Coordenação Nacional da APS, novembro de 2021 Governo Bolsonaro: um rastro de caos e morte O governo Bolsonaro vai chegando ao final do seu terceiro ano de mandato. Pelo caminho deixa um rastro de mais de 600 mil mortes pela COVID-19; inflação em alta; mais de 100 milhões de brasileiros entre a fome e a insegurança alimentar; 14 milhões de desempregados e 5,6 milhões de desalentados (IBGE). Esse verdadeiro desastre social se ramifica nos mais diversos aspectos da vida cotidiana. A [Leia mais]

Combater o Imperialismo  e Avançar na Solidariedade Internacional!

3 de novembro de 2021 // 1 comentário

Resolução de Conjuntura Internacional da CNAPS Coordenação Nacional da Ação Popular Socialista/PSOL 14 de outubro de 2021 Capitalismo em crise e aumento das desigualdades A profunda crise que o capitalismo enfrenta hoje, resultado da convergência da crise econômica com a pandemia, trouxe como resultado o aprofundamento da exploração do capital sobre o trabalho, a concentração de renda e riqueza, o parasitismo rentista, o aumento da dominação dos países do centro imperialista [Leia mais]

Sobre os acontecimentos do 7 de Setembro

14 de setembro de 2021 // 1 comentário

Nota Executiva Nacional da APS – Ação Popular Socialista As manifestações bolsonaristas do 7 de setembro irromperam como um fato novo na conjuntura e refletiram uma radicalização do discurso de Bolsonaro e, em grande parte, das ações do bolsonarismo. Esse acirramento gera uma situação de grande isolamento político do governo, com forte reação de defesa por parte das instituições sob ataque. Seu efeito mais notório é a piora geral da crise social e econômica em que está [Leia mais]

Ousar lutar e vencer para enfrentar a crise e construir uma alternativa de esquerda

27 de abril de 2021 // 1 comentário

Resolução de conjuntura e tática da Coordenação Nacional da APS/PSOL15 de abril de 2021 1- Os meses mais recentes têm sido de aumento das mortes, do desemprego, da fome, dapobreza, da concentração de renda e riqueza, continuidade da crise econômica e dainstabilidade institucional, com diversos conflitos entre as instituições do estado e dasociedade civil burgueses. A pandemia encontra-se em um dos seus piores momentos, comuma média de morte na casa dos 3 mil por dia. O sistema de [Leia mais]

O BRASIL PRECISA DE UMA CANDIDATURA DO PSOL A PRESIDENTE EM 2022

20 de abril de 2021 // 2 comentários

Estamos num dos piores momentos da história do Brasil. A pandemia do coronavírus revelou o caráter genocida do governo Bolsonaro. Sua política de morte pode levar a mais de meio milhão de vidas perdidas.A fome e a miséria infestam o Brasil. A crise econômica se aprofunda, o desemprego e o desalento se tornam crônicos e o desmatamento assume proporções inimagináveis. O país se tornou uma ameaça à saúde do planeta. A quadrilha que comanda o país, sob a tutela militar e civil [Leia mais]

LANÇAMENTO PSOL QUE OUSA LUTAR Dia 17 de março, quarta-feira, às 18h, no canal da Ação Popular Socialista no YouTube É TEMPO DE OUSAR

12 de março de 2021 // 1 comentário

Em meio a pior tragédia sanitária mundial das últimas décadas, o Brasil vive seu pior momento político: (des)governado por um Presidente Genocida e um governo ultraliberal que só pauta projetos que atacam os direitos do povo. Mas ainda assim existe muita resistência e luta pulsando em todos os cantos do Brasil.Com média de 2 mil mortos por dia e mais de 260 mil mortos pela Covid-19 no país, é mais do que necessário medidas e ações que evitem uma ampliação do caos atual. Medidas [Leia mais]

Congresso do PSOL só com condições sanitárias adequadas e Vacinação ampla!

11 de março de 2021 // 1 comentário

Posição da APS/PSOL e da Comuna sobre o VII Congresso do PSOL para o DNPSOL A pandemia da COVID-19 no Brasil está em seu pior momento, conseguindo superar a pior fase de 2020. Há mais de um mês, o Brasil registra mais de mil mortes diárias, chegando a quase duas mil mortes nos primeiros dias de março. Enquanto isso, a grande maioria povo brasileiro sofre diretamente as consequências do desgoverno Bolsonaro: o negacionismo tem, como consequência mais direta, a falta de vacinas para [Leia mais]