Notícias

Juventude aquilombada promove marcha contra genocídio

Na Bahia, 90% dos assassinados são negros e 60% jovens. O Coletivo Incomode e a juventude aquilombada promovem ações contra o extermínio e o encarceramento da juventude negra. Veja mais.

COLETIVO INCOMODE ORGANIZA MARCHA E AUDIÊNCIA PÚBLICA EM CONTESTAÇÃO AO GENOCÍDIO DA JUVENTUDE NEGRA

Baseado nos dados divulgados durante esta semana pelo Atlas da Violência 2019, o Coletivo Incomode está organizando ações este mês, em Salvador, para marcar o Dia Municipal de Luta Contra o Encarceramento da Juventude Negra, 20 de junho.

De acordo com o Atlas, divulgado anualmente, em 2017 90% das pessoas assassinadas na Bahia foram homens negros. Das 7.487 vítimas, 7 mil eram homens (93% do total), 6.798 eram negros (90%) e 4.522 tinham entre 15 e 29 anos de idade (60%).

Como um dos destaques da programação está a Audiência Pública Incomode: Hiperencarceramento e Extermínio da Juventude Negra, que acontece no dia 11 de junho, na próxima terça-feira, às 11h, na Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA (Auditório Jorge Calmon).

Convocada pela Comissão de Direitos Humanos e da Promoção da Igualdade Racial da ALBA, a sessão contará com a participação de representantes do Coletivo Incomode; do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra; da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS); do Conselho Estadual de Juventude da Bahia (Cejuve) e do Movimento Sem Teto da Bahia [MSTB].

“A proposta é dar visibilidade ao extermínio e ao encarceramento da juventude negra, não só de Salvador, mas de toda a Bahia, trazendo dados importantes e algumas soluções para a diminuição desses altos índices”, explica Nadjane dos Santos, integrante do Coletivo Incomode.

Outra ação organizada pela articulação é a II Marcha Incomode: contra o Genocídio, o Encarceramento em Massa e o Extermínio da Juventude Negra, a ser realizada no dia 18 de junho, com concentração às 15h na Praça do Lobato (próximo à Cesta do Povo), Subúrbio Ferroviário de Salvador.

Representantes de movimentos sociais, grupos culturais e comunitários formados por jovens negros/as marcharão em direção ao Parque São Bartolomeu, denunciando as violências cometidas contra este segmento da população. O feminicídio também está na pauta da manifestação.

“Ocuparemos o espaço da rua como símbolo de luta. Além de denunciar, queremos dar visibilidade às ações efetivas de prevenção à violência que a população jovem vem desenvolvendo.

Queremos anunciar que existe uma juventude organizada, aquilombada, que está fazendo o enfrentamento à violência de forma qualificada”, comenta Eduardo Machado, educador do Projeto Juventude Negra e Participação Política (JNPP), desenvolvido pela CIPÓ – Comunicação Interativa, em parceria com a Terre des Hommes Schweiz.

 

Foto: Reprodução internet/ Polyana Sá

Fonte:  https://bahiablack.com.br/2019/06/07/coletivo-incomode-organiza-marcha-e-audiencia-publica-em-contestacao-ao-genocidio-da-juventude-negra-veja-datas/

%d blogueiros gostam disto: